“Camila comeu risoto de camarão e em seguida seus lábios começaram a inchar e teve dificuldade para respirar”.

“Newton comeu uma porção de amendoim e algumas horas depois notou manchas vermelhas em sua pele e coceira”.

“Luann comeu um pedaço de pizza de 4 queijos e sentiu dores no abdome”.

As alergias alimentares ocorrem quando há uma reação anormal do nosso sistema imunológico ás proteínas dos alimentos, geralmente causadas pelo aumento da permeabilidade intestinal (alto consumo de ultraprocessados, embutidos, corantes, conservantes, álcool, excesso de glúten).

Geralmente ocorrem de maneira imediata por serem mediadas pelo anticorpo E (IgE), dessa forma o diagnóstico é facilitado e muitas vezes feito pelo próprio paciente, mas também podem ocorrer de maneira tardia – em até dias após. Tem maior prevalência na infância devido ao processo de maturação do sistema imune.

Os principais sinais e sintomas são:

* Coceira e vermelhidão na pele;
* Manchas avermelhadas e inchadas na pele;
* Inchaço nos lábios, língua, orelhas ou olhos;
* Aftas;
* Nariz entupido e escorrendo;
* Sensação de desconforto na garganta;
* Falta de ar e dificuldade em respirar;
* Dor abdominal e excesso de gases;
* Vômito, diarreia ou prisão de ventre;
* Ardor e queimação ao evacuar.

Existem exames simples para o diagnóstico.

Se tiver alguma dúvida, pode deixar nos comentários!

Até o próximo post!

Dr. Pedro Andrade