INFERTILIDADE – O mal da mulher moderna

infertilidade
Muitas mulheres têm o sonho de se tornarem mãe, mas hoje em dia a mulher moderna se preocupa com muitos outros fatores da sua vida antes de pensar efetivamente na maternidade. Elas buscam independência financeira, estudam, trabalham no que gostam, cuidam do corpo, vivem a sua sexualidade, dentre muitas outras coisas. No entanto, quando escolhem o momento de engravidar, em alguns casos, começam a apresentar dificuldades. Pois a mulher foi biologicamente programada para engravidar muito cedo.

A infertilidade pode ser diagnosticada por meio de exames específicos da saúde feminina e pode ter inúmeras causas, como:

👉
 Distúrbios hormonais, como na síndrome dos ovários policísticos, que impede ou dificulta o crescimento do folículo ovariano e a liberação do óvulo (ovulação) – esse tema merece um post específico (nos próximos dias)
👉 Problemas nas trompas ou tubas uterinas, provocados por infecções e/ou cirurgias prévias ;
👉 Endometriose / Adenomiose
👉 Estenose do canal cervical
👉 Infecção e mal formações do útero;
👉 Fatores masculino (oligoespermia, azospermia
👉 Alterações genéticas (tranlocações balanceadas)
👉 Idade: toda mulher já tem nasce com um determinado número de óvulos, cuja formação ocorreu desde a fecundação e antes do nascimento Logo, seus óvulos são mais velhos do que você 😱

🍃Mudanças no estilo de vida, suplementação com nutraceuticos, perda de peso, controle dos níveis de insulina e hábitos saudáveis estão entre as medidas gerais que favorecem a fertilidade.

Compartilhe essa postagem